Return to site

Renata Souza critica ausência de política de segurança no Estado do Rio de Janeiro e cobra respostas para caso Marielle Franco

· Releases

Indignação seletiva. Para a deputada estadual Renata Souza (PSOL), essa é a expressão que melhor define a postura do líder do governo na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), Marcio Pacheco (PSC), que, ao mesmo tempo, critica aqueles que denunciam o aumento da letalidade da polícia nos últimos meses e silencia diante das mortes de moradores de comunidades em operações policiais. Ainda na sessão desta terça-feira (14), Renata cobrou respostas para o caso da vereadora Marielle Franco, há exato um ano e meio sem resolução.
 

Na tribuna, a deputada também respondeu às provocações de Pacheco e ao que ela considera uma ausência de política de segurança pública por parte do governador Wilson Witzel com uma pergunta: “A Secretaria Estadual de Vitimização acolherá o bebê de Margareth, que está internado após ser atingido na troca de tiros que vitimou fatalmente sua mãe?”.
 

A fala do secretário de Governo do Estado do Rio, Cleiton Rodrigues, que lamentou, nesta terça-feira, as mortes que ocorreram e as que ainda estão por vir, revelam, segundo Renata, o profundo descaso com a vida humana, principalmente a da população mais pobre. Para ela, há a naturalização da morte quando se abre mão de uma política efetiva e se concentra o investimento em confronto. “Podemos concluir que esse é o governo do exterminador do futuro?”, provocou a deputada em sua conta no Twitter.

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly