Return to site

Utilização de snipers em operações no Rio será alvo de representação no MP

Em entrevista no fim de semana, ao "O Globo", Witzel afirmou que os atiradores de elite já participam de ações no Rio

· Materias

Após a presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Rio, deputada Renata Souza, do PSOL, dizer que pedirá investigação sobre o uso de snipers em operações policiais, já há movimentos dentro da Casa para dar apoio à medida.

O deputado Felipe Poubel, do PSL, que também é membro da comissão, disse que vai conversar com outros parlamentares e estudar maneiras de legitimar a participação de atiradores de elite durante ações policiais.

Renata Souza afirmou que pedirá ao MP que as operações em favelas em que os snipers atuaram desde o início do ano sejam apuradas e listadas. Para a parlamentar, o governador do Rio, Wilson Witzel, está dando carta branca para os policiais matarem.

Já o especialista em Segurança Pública Paulo Storani acredita que a utilização de atiradores de elite pode ajudar a reduzir os confrontos. O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Rio, Luciano Bandeira, avalia que os critérios de atuação dos snipers devem ser mais claros.

Em entrevista no fim de semana, ao jornal "O Globo", Witzel afirmou que os atiradores de elite já participam de ações no Rio, mas isso não está sendo divulgado. Ele disse que o protocolo, é claro: se alguém está com um fuzil, deve ser neutralizado de forma letal.

 

Band News

Link da matéria

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OK