Voltar ao site

Programa de orientação à covid-19 nas favelas poderá ser criado no Rio

· Matérias

A Assembleia Legislativa do Rio vota nesta quarta-feira (24), um projeto de lei que garante que o Estado do Rio terá um programa de atendimento e orientação à covid-19 nas favelas. De acordo com a Alerj, o objetivo é enfrentar a evolução do contágio do vírus nestes territórios.

Segundo o texto, o governo deverá criar polos de atendimento exclusivos para a covid-19 nas favelas, os quais funcionarão como postos de campanha destinados a orientar a população e atender os moradores que apresentarem sintomas ou suspeitas da doença.

Os atendimentos serão prestados por instituições públicas estaduais, em parceria com lideranças da comunidade e universidades.

O programa será composto por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, pessoal de apoio, além de voluntários e profissionais de outras áreas de conhecimento que possam contribuir para o cuidado da população, sobretudo os idosos e demais pessoas do grupo de risco.

A deputada estadual Renata Souza, avalia como positiva a medida.

“Esta proposta é fundamental, entre outros motivos, pela dificuldade de cumprir a medida de isolamento social determinada pelas autoridades sanitárias nas favelas, dada a elevada densidade populacional registrada nesses territórios, bem como a notória precariedade das condições de habitação nesses espaços”, explicou a parlamentar.

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK