Voltar ao site

Deputada Renata Souza registra queixa à polícia após sofrer ameaças

· Matérias

A deputada estadual Renata Souza (PSOL) registrou hoje um boletim de ocorrência após ter sofrido ameaças, inclusive de morte, através das redes sociais. A ocorrência foi feita na Delegacia de Repressão aos crimes de Informática (DCRI). A parlamentar conversou com o UOL e disse não ter sido a primeira vez que passou por essa situação. Entretanto, desta vez, uma das mensagens fazia referência a Marielle Franco, vereadora morta em março de 2018.

Presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), Renata Souza falou que as intimidações aconteceram na semana passada.

"É uma ameaça que cita a Marielle, então isso me traz uma preocupação maior, porque, no final das contas, a gente regularmente já recebe um nível de violência político e de ódio nas redes sociais e, claro, quando citam a Marielle isso acende um novo farol. O meu trabalho frente à Comissão de Direitos Humanos é muito visado e sem dúvida eu defender essas famílias que são mais humildes, por eu trabalhar com vários temas graves de violações, isso ajuda também", declarou a parlamentar, que acrescentou:

"Já conversei com o secretário de Polícia Civil [Allan Turnowisk], estou conversando também com o governador [em exercício Cláudio Castro] e com o presidente da Alerj [André Ceciliano], todas as autoridades estão atentas. Afinal de contas, a gente não pode subestimar qualquer tipo de ameaça, ainda mais nesse momento. Eu fico muito preocupada, eu acompanhei de muito perto toda essa situação da Marielle e ela não precisou efetivamente ser ameaçada para ser morta, então isso é algo que também me chama atenção, porque hoje a violência, os crimes com relação a nossa atuação é enorme. Acho que agora é aguardar as autoridades e acompanhar as investigações."

A denúncia, segundo a deputada estadual, foi feita contra uma pessoa que ameaçou a vida da parlamentar: "Você fala de mais (sic)...Vai perder a linguinha". Ainda no mesmo post, o denunciado escreve "por isso que Marieli (sic) morreu". Mesmo com o sentimento de medo, Renata alerta para a importância de procurar a polícia.

"Denunciem!. Justamente para que a gente não caia em um processo de medo social que engesse a nossa ação, engesse a nossa atuação. A denúncia também é preventiva e ela faz parte de um processo de construção para que essa lógica de ameaça não vire esse lugar que pode qualquer coisa na internet. A gente vê tantos processos onde a internet vira o caminho de tudo e aí ameaçar, quem quer que seja, pelas redes sociais vira quase um esporte. As pessoas precisam ter responsabilidade. Eu fico muito preocupada, porque não é qualquer ameaça. Precisamos ter toda essa atenção", finalizou a deputada.

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK