Voltar ao site

Coronavírus: Famílias de baixa renda podem solicitar gratuidade no sepultamento

 

· Releases

Nesta quinta-feira (23), o estado do Rio de Janeiro chega a contabilizar cerca de 500 mortes de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Conseguir um sepultamento digno para seus entes queridos é para muitos, além de uma imensa dor, um momento de preocupação financeira, pois o serviço é caro e muitas famílias não têm como arcar com os custos.

O 'Zap da Cidadania', um serviço da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Rio, criado no inicio deste mês, esclarece essa e outras dúvidas da população fluminense. Através do WhatsApp (21) 99670-1400, a população também pode relatar violações dos direitos humanos ocorridas no estado. As mensagens podem ser enviadas todos os dias da semana, em qualquer horário, e as respostas vão ser enviadas em horário comercial e em dias úteis.
"A da dor da despedida é inevitável . É preciso garantir, ao menos, o sepultamento digno. Famílias de baixa renda podem solicitar a gratuidade do serviço de sepultamento. É preciso levar até a funerária os documentos (originais e cópias) da carteira de identidade, CPF e comprovante de residência da pessoa que faleceu e também a declaração de óbito. Caso a funerária analise e recuse o pedido é possivel solicitar o jazigo social, que é uma forma de reduzir os custos do sepultamento", explica a deputada estadual Renata Souza, presidenta da Comissão de Direitos Humanos da Alerj.

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK