Voltar ao site

14 de março se torna Dia dos Defensores de Direitos Humanos no Rio em homenagem a Marielle

· Materias

Um ano e meio depois do assassinato — ainda não totalmente esclarecido — da vereadora Marielle Franco (PSOL), a data do crime se tornou o Dia Estadual das Defensoras e dos Defensores de Direitos Humanos. A lei, proposta por sua ex-chefe de gabinete, a deputada Renata Souza (PSOL), foi sancionada no fim de agosto pelo governador Wilson Witzel (PSC). "Fico feliz em saber que o governador compreendeu a importância da data. Defensores de direitos humanos devem ser vistos como aliados de qualquer governo, aliados de toda a população, e não como inimigos", comemorou a presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Rio.

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK